Ganhos e Lucros no Lar

Ganho$ e Lucro$ no Lar

A crença que aprisiona e põe limites

Muito se ouve falar em crenças limitantes nos dias hoje e do quanto podem nos prejudicar. Mas, você sabe o que são e se fazem parte do seu dia a dia? E se estão presentes, como você lida com elas? O que são crenças limitantes?  Resumidamente falando, são aquelas que, consciente ou inconscientemente, restringem nossa visão de mundo e nosso potencial, podendo nos impedir de alcançar nossos objetivos e realizar nosso pleno potencial. Ao identificar e superar essas crenças, podemos promover mudanças positivas em nossa vida pessoal e profissional. A seguir, listamos cinco das inúmeras crenças limitantes que nós mulheres muito provavelmente já vivenciamos em nossas vidas e o que podemos fazer para superá-las.

  1. “Eu não sou boa o suficiente.” Explicação: Muitas mulheres tendem a duvidar de suas habilidades e competências, subestimando seu próprio valor e acreditando que não são tão capazes quanto outras pessoas.

Como superar: É importante desenvolver uma mentalidade positiva e construtiva. Reconheça suas conquistas passadas e enfatize suas qualidades e talentos. Liste suas realizações e elogios recebidos para lembrar-se do que você já alcançou e é capaz de fazer. Desafie pensamentos negativos substituindo-os por afirmações positivas e realistas.

  1. “Ser assertiva é ser rude.” Explicação: Muitas mulheres são socializadas para serem cuidadosas com as palavras e evitarem conflitos. Elas podem sentir que serem assertivas e expressarem suas opiniões pode ser interpretado como grosseria ou agressividade.

Como superar: Entenda que ser assertiva não significa ser rude. É sobre expressar seus sentimentos, necessidades e opiniões de maneira clara e respeitosa. Pratique a comunicação assertiva em situações do dia a dia, sendo firme e direta, mas mantendo a empatia e o respeito pelos outros.

  1. “Minhas escolhas de vida devem ser baseadas em expectativas sociais.” Explicação: Mulheres podem sentir pressão para seguir um determinado caminho de vida imposto pela sociedade ou suas famílias, mesmo que isso não esteja alinhado com seus desejos e ambições pessoais.

Como superar: Reconheça que sua felicidade e satisfação são fundamentais. Identifique suas próprias metas e interesses e permita-se tomar decisões que estejam alinhadas com suas paixões e valores. Lembre-se de que você tem o direito de criar seu próprio caminho e não precisa se adequar a padrões preestabelecidos.

  1. “Eu devo sempre me colocar em segundo lugar.” Explicação: Muitas mulheres têm uma tendência a priorizar as necessidades dos outros acima das suas, esquecendo-se de cuidar de si mesmas e de sua própria saúde física e emocional.

Como superar: Aprenda a valorizar o autocuidado e a importância de atender às suas necessidades. Reserve tempo para si mesma, pratique atividades que lhe tragam prazer e aprenda a dizer “não” quando necessário, estabelecendo limites saudáveis.

  1. “Não sou boa em negociações ou pedir aumento.” Explicação: Muitas mulheres podem sentir dificuldade em se destacar em negociações salariais ou pedir um aumento de salário, devido a uma crença subjacente de que não possuem habilidades suficientes para isso.

Como superar: Prepare-se adequadamente antes de uma negociação ou pedido de aumento. Faça pesquisas para conhecer seu valor no mercado de trabalho e destaque suas realizações e contribuições para a empresa. Pratique o discurso da negociação com confiança e mantenha o foco nos fatos e resultados alcançados.

Lembrando que superar crenças limitantes requer paciência e autocompaixão. À medida que você trabalha para desafiar essas crenças, seja gentil consigo mesma e celebre cada pequeno progresso. A prática constante e o apoio de amigos, familiares ou profissionais podem ser valiosos nesse processo de autodescoberta e crescimento pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *